NFe Cloud Outbound – Outbound Invoicing Option for Brazil – Como funciona?

Olá especialistas!
Tudo bem?

Dessa vez tivemos a oportunidade de implementar um S/4HANA 2020 usando o NFe Cloud Outbound (SAP Document and Reporting Compliance, outbound invoicing option for Brazil para os menos íntimos)

Nesse post vamos falar sobre como foi a experiência e principalmente comparar com a solução anterior, o nosso SAP GRC (SAP NFE para os menos íntimos)

O que é o NFe Cloud?

É um dos serviços do SAP Business Technology Platform (SAP BTP). Ele serve para fazer a mensageria de documentos legais, fazendo a ponte entre o ERP e as autoridades legais.

Arquitetura – Comparação SAP GRC vs SAP NFe Cloud Outbound

Imagens valem mais do que palavras não é mesmo?

SAP GRC

SAP NFe Cloud

Explicando um pouco mais tecnicamente, toda a comunicação entre ERP e NFe Cloud acontece utilizando APIs REST assíncronas. O envio da nota é feito no momento da numeração(manual ou via CALLRFC) e o retorno é solicitado via job de minuto em minuto pelo ERP.

Suporte

Se precisar de qualquer ajuda, nota parada ou algo do tipo, chamado normal para a SAP via SAP Launchpad.

Todo o suporte e SLA são acordados em contrato com a SAP.

Custos

A cobrança é feita com base na bilhetagem. Ou seja, por número de documentos emitidos.

Como configurar?

Comece pelas notas necessárias para o correto funcionamento na sua versão:

2962963 – Required SAP Notes for SAP Document Compliance, outbound invoicing option for Brazil (NF3-e)

Sim, internamente essa funcionalidade é encontrada como NF3-e.

Tem uma receita de bolo bem interessante no Help SAP que deve ser o pontapé inicial de qualquer estratégia de implementação.

SAP HELP “Receita de Bolo”

Resumindo bem, o help orienta a seguir esses passos:

  1. Configuração do NFe Cloud no SAP BTP
  2. Configuração necessária no SAP ERP / S/4HANA
  3. Jobs a serem executados do lado ERP

É possível fazer uma migração em fases, a configuração de NFe por filial consegue direcionar filial por filial para o novo ou antigo serviço de mensageria.

Dicas Adicionais

  • A conexão RFC tem que chamar EXATAMENTE ‘NFEACCESSTOKEN’ (sem aspas), o SAP tenta fazer uma chamada nessa RFC, mesmo no S/4HANA.
  • Para evitar erros, suba todos os níveis de certificado na STRUST, nas opções SSL Client Padrão e na SSL Client Anonimo
  • Crie OAuth 2.0 Client Profile sempre com request
  • A configuração feita na transação OA2C_CONFIG é por mandante.
  • Depois de feitas as configuraçõess, teste sempre pela transação NFE_MNG_CERT (que é a transação onde subimos os certificados), e pra ver o log de erro é uma aventura via SMICM, o log é horrível de ver, geralmente os erros acontecem devido a proxy/certificados. Peça a um BASIS para te ajudar, se necessário.
  • Nova view configurável em SD J_1BNFE_CUST4_1V, funciona em conjunto com a J_1BNFE_CUST3_1V
  • É necessário schedular Jobs para receber o retorno da SEFAZ
  • Todas as comunicações são feitas por meio de APIs REST assíncronas
  • O XML é enviado automaticamente ao cliente e a transportadora, se o BP estiver preenchido corretamente.
  • A solução não envia o DANFE, somente o XML.
  • A cada 3 meses temos webinars com a Claudia Wada sobre as novidades da ferramenta, tanto Outbound quanto Inbound, vale a pena acompanhar

E se você perdeu os últimos workshops, eles estão dísponíveis no SAP Learning Hub, mas não perca o próximo, acesse no SAP Community.

Considerações Finais

Depois da correta configuração, não tivemos nenhum tipo de problema com as notas fiscais.Não precisamos abrir nenhum chamado a SAP. O que demonstrou pra nós que a solução NFe Cloud Outbound é robusta.

Agradecimentos