EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

Vamos falar sobre SAP Intelligent RPA (blog 1 de 3)

(Versão em Português – This blog has an English version)

Faz tempo que não escrevo… e sobre este tema estava para escrever há meses, mais especificamente desde o final de 2020. Tive a oportunidade de falar sobre SAP Intelligent RPA em 2 eventos da comunidade, sendo Inside Track Fortaleza em 2020 em que mostrei um pequeno demo, e um Community Call no final de 2020. Cada vez mais vejo o RPA não como uma opção, mas como uma ferramenta obrigatória, que precisa estar na mala dos consultores funcionais.

Porque? Porque não estamos falando de “Rocket Science”. Construir um robô é seguramente a melhor, mais simples, e mais rápida solução para criar camadas de automação no S/4HANA. Quem nunca gastou centenas, se não milhares de horas especificando e construindo programas Z para criar camadas de automação que hoje, não faria o menor sentido?

Vamos começar do seguinte ponto: é simples de se ativar e aprender a utilizar o mesmo. E neste caminho informo que este BLOG será divido em alguns capítulos onde, ao final, a ideia é que seguindo o passo a passo seja possível construir um robô simples. Ou seja, sigam este blog que haverá uma sequência para criar um robô que vai executar um cenário de vendas, desde a criação da ordem com base em uma planilha Excel, até a remessa e fatura.

A SAP de fato nunca foi referência quando o assunto era documentação e usabilidade. Agora este cenário mudou duplamente, primeiro porque a usabilidade está em constante evolução (e em todas as soluções SAP que conheço percebo este movimento), bem como a documentação do SAP Intelligent RPA é muito muito boa. Então, fica a dica de que quem quiser aprender, com um pouco de treinamento e dedicação conseguirá com facilidade sair jogando em pouco tempo.

Vamos começar falando de conceitos. O SAP Intelligent RPA é composto de 3 partes:

  • Desktop Studio para construção das automações
  • Cloud Factory para fazer o sequenciamento das automações
  • Desktop Agent aqui é basicamente o agente que fica no computador rodando os processos e os robôs. Esta funcionalidade deve ser instalada na máquina – e em todas as máquinas que forem rodar as automações. E aqui um ponto importante: sempre será necessário uma ou mais máquinas para que a automação seja executada.

Com certeza isso ficará claro nos próximos blogs. Agora, seguindo o critério de “design from scratch”, vamos começar pela criação da conta no SAP Cloud Platform para utilização da versão trial.

Neste vídeo abaixo está detalhado, passo a passo, como fazer a instalação da ferramenta.

Agora entra, como atividade do consultor funcional, analisar as atividades que são executadas pelos usuários de modo a identificar aquilo que pode ser automatizado. Considerando que conseguimos integrar o SAP Intelligent RPA com ferramentas inteligentes e analíticas de Data Science, teoricamente conseguimos automatizar quase tudo, desde que tenhamos massa crítica de dados para que a inteligência de máquina possa ser construída e siga em evolução. Mas este tópico de integração de RPA com ferramentas de decisão inteligentes ficará como último blog da série.

Falando sobre o que pode ser automatizado, como regra básica, podemos considerar os cenários em que atendem estas naturezas:

  • Decisão baseada em regras, onde nenhum julgamento humano torna-se necessária
  • Cenários com entrada de dados digitais como informações oriundas de PDF, Excel, ou até buscas na WEB (sim…. resultados de buscas na internet, seja google seja outro crawler);
  • Dados estruturados como banco de dados;
  • Atividades estáveis e muito repetitivas, que são passíveis de erros;
  • Cenários em que data science possa ajudar na tomada de decisão.

A pergunta de “mas oque pode ser automatizado por SAP Intelligent RPA” poderia ter várias respostas, mas, a que costumo utilizar de maneira simples é: “qualquer coisa chata e repetitiva que esteja sendo feito pode ser automatizada”.  E, sem dúvida, um robôs consegue fazer atividades repetitivas muito melhor, mais rápido e com menos erro do que uma pessoa.

Quanto a este blog, a sequência será:

  1. (este) de contextualização e com o detalhamento sobre como instalar a ferramenta.
  2. 20/02 mostrando passo a passo automação de um cenário completo de vendas e logística
  3. 21/03 fazendo a integração deste cenário existente e incluindo funcionalidades inteligentes de decisão

Enquanto os conteúdos e exemplos estão sendo construídos, aproveite para fazer o curso que está aberto no Open SAP: Enter Next-Level Bot Building with SAP Intelligent RPA 2.0.

Image Source: Open SAP

Outro tema importante: estamos montando um SAP Online Track onde a pauta será apenas RPA. Dia 26/02 sairá o link do call for speakers, com as datas e mais informações. Existem muitas oportunidades neste tema, que precisam ser exploradas. Não temos como falar de inteligente enterprise sem ter SAP Intelligent RPA no centro da discussão, como motor de transformação e, quando relevante, conectado a serviços de Data Science para melhorar a acuracidade das ações.

Um spoiler, vamos, eu e Eduardo Chagas montar uma apresentação de uma automação na rede de transporte de um cenário de negócios utilizando Transportation Management, Intelligent RPA e ferramentas de data Science para tomada de decisão, junto com o plano de projeto e esforço para a construção. Marssel Vilaça vai apresentar tendências e oportunidades de SAP Intelligent RPA para o ciclo de Record 2 Report, onde automação em processos de finanças e contabilidade são extremanente relevantes. Além de outros colegas da comunidade que falarão sobte o tema apresentando oportunidades e falando sobre a ferramenta.

Antes de finalizar, pessoalmente acho que o time que redige e atualiza a metodologia SAP Activate deveria incluir formalmente na etapa de Explorer, um passo de apresentação dos robôs disponíveis junto ao workshop. Considerando que existem robôs prontos, facilmente utilizáveis, a exploração disto como solução para todos os males — da falta de automação — precisa ser explorado.

Isto faz parte do conceito de empresa inteligente… e quando me perguntam porque utilizar o SAP Intelligent RPA da SAP, minha resposta de primeira é que, além dos robôs prontos e de todo o fit direto com as soluções SAP, como ferramenta, é muito boa mesmo.

Innovation for thought!

Fausto Motter